SDL Trados Studio

De Tradwiki
Ir para: navegação, pesquisa

O Trados foi criado pela empresa alemã Trados GmbH e lançado no início dos anos 1990 como dois programas diferentes: o MultiTerm, uma ferramenta de gestão de terminologia, lançado em 1992, e o Translator’s Workbench, lançado em 1994, que gerenciava memórias de tradução.

No final dos anos 1990 o Trados tinha se tornado líder do mercado, especialmente depois que a Microsoft o adotou para seus trabalhos internos de localização.

Originalmente, o Translator’s Workbench funcionava integrado ao Microsoft Word, embora fosse necessário manter ambos os programas abertos durante o processo de tradução.

Em 2005, a SDL adquiriu o Trados e em 2009 lançou o SDL Trados Studio, uma ferramenta com interface própria, independente do Word. Ao contrário do Wordfast, que continuou a ser desenvolvido integrado ao Word sob o nome de Wordfast Classic após a criação do Wordfast Pro, a SDL deixou de desenvolver o antigo Trados, cuja última versão foi a 2007, obrigando os usuários a substituí-lo pelo SDL Trados Studio.

Muitos usuários, no entanto, não gostaram da mudança e resistiram à migração. Ainda hoje há tradutores e agências que utilizam o Trados 2007, porém, sem suporte e desenvolvimento pela SDL, o programa está cada vez mais obsoleto.

Ainda assim, o SDL Trados Studio continua sendo o líder do mercado (ou pelo menos reivindica esse título), porém muitos tradutores têm uma licença do Studio mas utilizam outras ferramentas para projetos em que ele não seja obrigatório. Além disso, outros programas, especialmente o MemoQ, têm crescido na preferência dos tradutores.

Sua principal vantagem é abrir uma ampla variedade de formatos de arquivos, e as desvantagens incluem o alto custo, tanto de aquisição como de manutenção, e a complexidade.

O programa pode ser baixado para teste gratuito por 30 dias e comprado pelo site www.translationzone.com/trados.html.