Quanto cobrar

De Tradwiki
Ir para: navegação, pesquisa

Gerenciamento de projeto e de riscos[editar]

Um gerenciamento planejado e estruturado do projeto de tradução e a gestão adequada de riscos ajudam a garantir a qualidade e a eficácia do trabalho, assim como a pontualidade da remuneração, reduzindo os riscos de desentendimentos e até mesmo da falta de pagamento.

Recomendações gerais[editar]

Como em qualquer outra profissão, a remuneração do tradutor está sujeita à lei da oferta e da procura. Como em qualquer mercado, na tradução vive-se um cabo de guerra entre comprador e fornecedor e é preciso ter claro que na relação com os clientes não se pode ter uma postura passiva. Temos o direito de buscar a valorização profissional e isso se reflete na busca de preços mais altos por nossos serviços.

Além de avaliar o ambiente externo do mercado, uma boa forma de definir quanto cobrar é a partir de quanto queremos ou precisamos ganhar. Para fazer o cálculo, é importante considerar uma gama de fatores: saber quantas horas você pretende trabalhar por mês/semana/dia, ter uma boa ideia de quantas palavras/laudas/minutos de vídeo você consegue produzir em uma hora, considerar os impostos que deverá pagar como PF ou PJ, levar em conta outras atividades que serão necessárias (e tomarão tempo) além do ato tradutório propriamente dito, entre outros.

Essas variáveis são realmente variáveis. Mesmo tradutores experientes e com tempo de mercado muitas vezes não conseguem determinar exatamente sua produção, já que ela depende do tema, da qualidade do original, do material de referência disponível, do formato de arquivo, entre outras coisas. Mas digamos que você calcule uma produção de 500 palavras por hora (usando números redondos para facilitar as contas). Se você pode trabalhar 30 horas por semana, poderá produzir 60.000 palavras por mês. E se pretende ganhar R$5.000,00 por mês, seu valor por palavra pode ser de R$0,08 (oito centavos) por palavra.

Vale dizer que este é um cálculo teórico. Tão importante quanto saber qual a sua produtividade média em um mês é saber que quantidade de trabalho você realmente conseguirá gerar em um mês. Uma capacidade de produção de 60.000 palavras por mês só significa os 5.000 reais do cálculo acima se o tradutor efetivamente tiver 60.000 palavras para traduzir todo mês. No início da carreira (na verdade, não só no início!), é difícil ter uma garantia de volume de serviço. Por isso, mesmo para um principiante não vale a pena cobrar o menor valor possível. Sem um volume garantido, é melhor aumentar um pouco o valor para não correr o risco de trabalhar pouco ganhando pouco.

Da mesma forma, mesmo que você tenha uma produtividade e qualidade cada vez melhores, não precisa reduzir o valor de suas tarifas nem dar descontos. Assim, no exemplo hipotético, se sua produção mensal aumentar, não pense em reduzir sua tarifa de R$0,08 por palavra ou o valor que recebe por lauda; tome isso como uma oportunidade de reduzir sua jornada de trabalho, reformular suas expectativas de vencimentos mensais em patamares mais altos (revendo sua política de preços) ou fazer novos investimentos na carreira.

Uma dica prática que pode ter um bom efeito psicológico na hora de decidir cobrar mais: se os últimos 3 orçamentos (ou 5, ou 10, o número com o qual você se sentir mais confortável) tiverem sido aceitos, aumente um pouco a tarifa no próximo.

(ATENÇÃO: Todos os números aqui mencionados foram selecionados aleatoriamente, somente para fins de demonstração do cálculo. Não são indicativos de uma média de renda ou produção real.)


Atividades administrativas

Como dito acima, outro fator relevante que deve entrar na equação são as horas que gastamos com outras atividades além da tradução propriamente dita. Trabalhar 30 horas por semana não necessariamente equivale a traduzir 60.000 palavras por mês (usando os números hipotéticos acima), já que algumas ou várias dessas horas devem ser gastas com prospecção de clientes, emissão de faturas/notas fiscais, organização e planejamento diário/semanal/mensal, atendimento a clientes por e-mail ou telefone, análises dos materiais a serem traduzidos e cálculos de orçamentos/propostas, redação de contratos de prestação de serviço, atualizações de seu website, etc. Tudo isso varia conforme a sua capacidade de organização, os tipos de clientes que você tem e a natureza dos serviços que você oferece. Por exemplo, quem trabalha para editoras geralmente gasta menos tempo por mês negociando prazos/tarifas, preparando orçamentos e redigindo contratos do que quem trabalha para clientes diretos ou agências de tradução.

Valores de referência do Sintra[editar]

  • SINTRA - Tabela de referência

A tabela de referência do Sindicato Nacional dos Tradutores foi elaborada "a partir de consultas aos profissionais bem remunerados" e funciona como referência para que os tradutores tenham algum parâmetro de remuneração. Para uma parte dos profissionais no mercado, são preços altos, que nem sempre conseguem praticar, mas há uma parcela significativa de tradutores que se pautam pela tabela e outros que recebem valores bastante superiores, principalmente quando se presta o serviço diretamente ao cliente final, em vez de uma agência de tradução. É preciso ter claro que a remuneração do profissional está vinculada à qualidade de seu trabalho e à maneira como ele se posiciona diante do mercado.