Lauda

De Tradwiki
Ir para: navegação, pesquisa

Por lauda entende-se uma unidade de medida utilizada basicamente em traduções editoriais e em traduções juramentadas. Entretanto, embora designe uma unidade de medida de textos, há laudas de diversas medidas, variando segundo o segmento ou a editora.

Em tradução editorial de textos literários e humanísticos, predomina o padrão de 2.100 toques (caracteres + espaços), embora algumas editoras utilizem o padrão de 1.800 caracteres (isto é, sem contar os espaços). A contagem se refere sempre ao texto final traduzido.

Já na edição de textos técnicos, é bastante disseminado o uso de laudas de 1.000 caracteres sem espaços ou 1250 caracteres com espaços.

Porém, há diversas outras laudas, variando desde os 1.000 toques aos 2.500, considerados com ou sem espaços.


Origem[editar]

A origem da lauda remonta ao tempo da linotipia, um sistema de tipografia que em vez de tipos móveis usava linhas de texto fundidas em bloco. As linotipos (máquinas de linotipia) contavam com um teclado semelhante ao de uma máquina de escrever onde o operador ia datilografando o texto que ficava numa estante. A estante e a folha que nela se punha tinham um formato predefinido: 30 linhas de 70 toques cada. Daí a origem da lauda mais amplamente utilizada: a de 2.100 toques.